Notícias

 
Empresas possuem 20 vezes mais aplicações cloud do que imaginam

Empresas possuem 20 vezes mais aplicações cloud do que imaginam

  Estudo da Blue Coat identificou que as companhias usam, uma média, de 841 aplicações em nuvem. A nuvem se expande de forma intensa. O estudo Shadow Data Threat Report, da Blue Coat, identificou que as empresas usam uma média de 841 aplicações em cloud computing, cerca de 20 vezes mais do que previam inicialmente. O relatório revela certa falta de controle da TI sobre os recursos tecnológicos consumidos em um modelo “as a Service”. De acordo com a provedora, a análise de 15 mil sistemas e 108 milhões de documentos indica que funcionários das empresas seguem baixando ferramentas e compartilhando dados sem obedecer às políticas de segurança. A pesquisa aponta, por exemplo, que 23% das informaçõs estratégicas são compartilhadas em ambiente cloud e 98% das aplicações não seguem os padrões de conformidade da General Data Protection Regulation (GDPR). Nessa edição do relatório, referente ao primeiro semestre de 2016, a… Leia mais...
Infraestrutura de conectividade será legado da Olimpíada, diz secretário.

Infraestrutura de conectividade será legado da Olimpíada, diz secretário.

'Acesso à internet, datacenters, toda uma rede que será deixada', disse. Evento no Casa Rio reuniu empresários e autoridades para discutir tecnologia. O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do estado do Rio de Janeiro, Gustavo Tutuca, declarou em entrevista ao G1, na manhã desta quinta-feira (11), que o principal legado da Olimpíada no setor será infraestrutura de conectividade. Tutuca esteve no evento Casa Rio Negócios, no Boulevard Olímpico, Região Portuária da cidade, que discutiu as soluções soluções tecnológicas para os desafios de desenvolvimento e gestão urbana.“O principal legado é de infraestrutura de conectividade. (...) Acesso à internet, datacenters, acesso não só público, mas também que vá melhorar a gestão interna do governo tanto do estado quanto do município. Acesso à internet em escolas, hospitais e postos de saúde. Então, toda uma rede que vai ser deixada como legado que a Cisco está oferecendo para o poder público poder aproveitar… Leia mais...
Número de conexões IoT já supera as de smartphones nos Estados Unidos

Número de conexões IoT já supera as de smartphones nos Estados Unidos

Chetan Sharma Consulting estima 1,4 milhão de carros conectados entre abril e junho, contra 1,2 milhão de telefones. Caso alguém ainda tenha alguma dúvida sobre o fato de a Internet das Coisas já ser uma realidade, aqui vai um argumento consistente para fazê-lo mudar de ideia: pela primeira vez, as operadoras dos Estados Unidos computaram que o número de conexões IoT superou as de smartphones. Segundo estatísticas compiladas pela Chetan Sharma Consulting, que consideram o segundo trimestre do ano, a quantidade de veículos conectados às redes celulares norte-americanas foi maior que o número de conexões de outros aparelhos. A consultoria estima que as telcos dos Estados Unidos conectaram cerca de 1,4 milhão de veículos a suas infraestruturas nos últimos três meses. A título de comparação, foram 1,2 milhão de telefones e menos de 900 mil tablets conectados no mesmo período. É importante salientar que as vendas de telefones entre abril… Leia mais...
Esta é a 1ª olimpíada que o Brasil acompanha mais pelo celular

Esta é a 1ª olimpíada que o Brasil acompanha mais pelo celular

  Acompanhar os Jogos Olímpicos de Londres em 2012 conectado pelo celular foi uma raridade no Brasil, mas a realidade nos Jogos do Rio de Janeiro é outra. Seis em cada dez brasileiros que acessam a internet usam o smartphone para navegar, segundo dados do Estudo Geral de Meios, realizado pela empresa de pesquisa Ipsos. O índice (62%) cresceu quase sete vezes desde a Olimpíada de 2012, quando apenas 8% dos brasileiros acima de 13 anos navegavam na internet pelo dispositivo móvel. Hoje, a maioria dos brasileiros acessa a internet pelo celular. "As Olimpíadas já estão presentes na internet há mais de uma década, mas podemos afirmar que essa é a Olimpíada do mobile", afirma Diego Pagura, diretor de negócios da Ipsos. Os mais jovens são os que mais usam o mobile para acessar conteúdos na internet. Nove em cada dez entrevistados entre 18 e 24 anos optam por essa… Leia mais...
Número de internautas chineses ultrapassa a marca dos 700 milhões

Número de internautas chineses ultrapassa a marca dos 700 milhões

O número de chineses conectados à internet ultrapassou os 700 milhões em junho, revelou hoje o China Internet Network Information Center (CNNIC), numa época em que a economia online assume-se como um novo motor de crescimento econômico no país. A população online da China aumentou 3,1%, desde o final de 2015, para 710 milhões (mais que o dobro há apenas cinco anos), 92,5% dos quais acessam a rede através de smartphones, segundo o organismo regulador do setor. Aquela cifra representa mais da metade da população total da China - 1,375 bilhões -, país onde vive cerca de 18% da humanidade, ou mais 200 milhões do que a população total da União Europeia. Redes sociais e ferramentas online como Facebook, Twitter, Google, Youtube e Dropbox estão banidas na China, mas o comércio eletrônico tem-se revelado vital na transição para um modelo econômico assente no consumo. O Governo está promovendo um projeto… Leia mais...
Washington Post usa robôs para noticiar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

Washington Post usa robôs para noticiar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

  Um dos jornais mais tradicionais dos Estados Unidos, o Washington Post, está usando robôs para escrever notícias sobre as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em curso desde a última sexta-feira (05/08). O programa já está alimentando o Twitter do jornal com informações sobre os atletas e competições, bem como pontos. O jornal argumenta que a iniciativa visa deixar os jornalistas mais experientes livres para tarefas mais elaboradas, como entrevistas e busca por informações que necessitem de faro jornalístico e olhar humano. O Post desenvolveu internamente o próprio software, batizado de Heliograf, especificamente para divulgar informações-chave dos jogos, como os resultados das provas e os vencedores. O programa é capaz de escrever frases relativamente complexas, dentro das regras tradicionais da estrutura semântica das notícias. Além de uma conta específica no Twitter, as notícias escritas por robôs também alimentam o minuto-a-minuto no portal da publicação. O Heliograf deve ser usado também… Leia mais...
Mala inteligente anda por conta própria e facilita viagens

Mala inteligente anda por conta própria e facilita viagens

Uma startup chinesa tem uma tecnologia que pode facilitar a vida de viajantes: uma mala inteligente que segue o dono. A Cowarrobot R1 pode andar em superfícies planas a 7 km/h e percorre 20 km de distância com uma única carga em sua bateria. A mala segue quem que estiver usando a pulseira que a acompanha na caixa. Com isso, ela não se confunde e começa a seguir outra pessoa por engano. A R1 não pode subir escadas, mas consegue andar por rampas com inclinação máxima de 15 graus. O sistema de condução autônoma da mala é chamado CO-MOVE System. A empresa não explica muito sobre essa tecnologia. Segundo o site The Verge, é possível que o aparelho utilize sonares para se locomover e desviar de obstáculos. O produto chega às lojas em dezembro de 2016, por 700 dólares. Quem quiser comprar a mala antecipadamente pode contribuir para a campanha… Leia mais...
Sistema de reconhecimento facial começa a funcionar no aeroporto de Manaus

Sistema de reconhecimento facial começa a funcionar no aeroporto de Manaus

 Novidade foi implantada pela Receita Federal para melhorar a segurança e dar mais agilidade ao trabalho do órgão O Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, no Amazonas, está entre os 14 do país que começaram a utilizar nesta semana um sistema de reconhecimento facial para identificar passageiros que chegam de voos internacionais. A novidade foi implantada pela Receita Federal para melhorar a segurança e dar mais agilidade ao trabalho do órgão. “É um moderno sistema que funciona por meio de câmeras direcionadas para o rosto dos passageiros. De acordo com as características da faze, o sistema identifica as pessoas, usando uma base de dados, que é o passaporte”, disse o inspetor chefe da alfândega do aeroporto, Eduardo Badaró Fernandes. No dia em que o novo sistema de identificação começou a funcionar, na noite de segunda-feira (1), o local passou por uma inspeção voltada para a Olimpíada, com a presença do… Leia mais...
Você corre risco de invasão cibernética na Olimpíada? Infelizmente, sim.

Você corre risco de invasão cibernética na Olimpíada? Infelizmente, sim.

Aproximidade da Olimpíada é uma oportunidade de ver atletas do mundo inteiro em competições de alta performance. É uma época única na qual os olhos do mundo inteiro estão voltados para o local dos jogos, mas também faz do Brasil e da população um alvo potencial para diversas ações criminosas. As empresas de segurança digital já estão alertando para o risco de invasão cibernética durante a Rio 2016. A Norton, aponta que 65% dos brasileiros correm risco de invasões cibernéticas durante a Olimpíada. De acordo com a empresa, a previsão é baseada no comportamento dos criminosos e usuários durante grandes eventos esportivos como Jogos Olímpicos, a Copa do Mundo e o Super Bowl (final do futebol americano). “Os cibercriminosos encontram nesses eventos a oportunidade de maximizar o impacto dos seus ataques. Ao implantar um malware em uma rede aberta, por exemplo, eles podem infectar um número muito grande de pessoas.… Leia mais...
Olimpíada do Rio terá uso de internet quatro vezes maior que em Londres

Olimpíada do Rio terá uso de internet quatro vezes maior que em Londres

Enquanto em Londres foram transmitidos 60 gigabits (GB) de informações por segundo, no Rio de Janeiro o tráfego deve chegar a 240 GB por segundo. O tráfego de dados esperado para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro deverá ser quatro vezes maior que o registrado há quatro anos, em Londres, especialmente com o envio de fotos e vídeos. É que, além do uso maior de equipamentos como tablets e smartphones, o hábito de muita gente mudou: atualmente, todos querem compartilhar instantaneamente suas experiências. “Hoje em dia, qualquer lugar que você vá a um evento esportivo ou a um show, nos primeiros minutos e durante grande parte deles, o pessoal está filmando e tirando fotos e se comunicando imediatamente; isso já está na cultura do proveito do evento poder realizar esse tipo de atividade”, disse o secretário de Telecomunicações do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Telecomunicações (MCTIC), André Borges,… Leia mais...
  •  ProReserve Serviços de Internet Ltda
  •  Rio de Janeiro
    +55 21 2178 2180
  •  São Paulo
    +55 11 2626 7043

Novidades Reserve